Regional de Propriá recebe caravana da CAASE

A Caixa de Assistência dos Advogados de Sergipe – CAA/SE, deu início, nesta quarta-feira, 16, a uma programação especial, alusiva ao mês da mulher. A abertura do evento aconteceu na sede da Câmara de Vereadores de Propriá e contou com a presença de advogados, assistentes sociais, e autoridades locais, junto com representantes da CAA/SE e da Comissão da Regional da OAB/CAA de Propriá, onde aconteceram debates sobre a luta das mulheres por igualdade de direitos, a mulher contemporânea e os acúmulos de funções que antes eram delegadas apenas aos homens, além das responsabilidades e da carga de trabalho que tornaram-se cada vez maior.

A vice-presidente da CAA/SE, Susan Cruz, destacou a importância do evento para  a sociedade: “Ter um evento como esse proporcionado pela CAA/SE, é de suma importância, principalmente pelo tema que está sendo debatido como “As dimensões das mulheres contemporâneas” e nesse período agora que é o mês da mulher, onde a gente vem traçando objetivos e diálogos para construirmos alicerces, para que não haja nenhuma diferença entre o homem e a mulher”.

A presidente regional, Cláudia parabenizou o evento e destacou: “O evento promovido pela CAASE surpreendeu-nos, saindo da rotina dos eventos alusivos à mulher, e direcionando ao tema da violência contra a mulher. A CAASE juntamente com a ESA (Escola Superior da Advocacia) estão de parabéns, e que mais eventos, desse porte, sejam frequentes em nossa regional”, ressaltou Cláudia.

A advogada, Marcela Carozo Souza, responsável do Núcleo Jurídico da Universidade Tiradentes em Propriá, destacou que, mesmo tendo a mulher conquistado, seu espaço na sociedade, é triste ver o quanto eventos como esse tem que ser promovidos para que exista uma alerta para sociedade “Eu entendo que infelizmente no nosso país ainda seja importante que políticas como esta seja movida em favor das mulheres, porque na nossa classe de advogados, conseguimos grandes vitórias, mas também a categoria feminina é muito massacrada nos centros urbanos, interiores e cidades. Ainda recebem menos que os homens em determinados empregos, são violentadas, estupradas, uma série de direitos ceifados pelo homem que ainda acha que deve prevalecer em favor da mulher. Muita coisa tem mudado, mas a gente tem que continuar lutando por esse espaço, pelo direito de igualdade que é perfeitamente compreensível para o nosso gênero. E, eventos como esse, devem ser promovidos cada vez mais, não só pela CAASE, mas também por órgãos públicos e escolas. Precisamos mobilizar a população como um todo”, desabafou Marcela.

Durante a tarde, as mulheres desfrutaram de um momento também para relaxar, onde foi montado um lounge de beleza com sessões de massagem, dando destaque ao documentário exibido “Filha da Índia”, filme que chocou a todos, onde é contada a história de um estupro coletivo contra uma jovem de 23 anos. Logo após sua exibição, houve uma discussão sobre o tema, chamando atenção para o papel do advogado no filme e a percepção de valores em cada cultura.

Em homenagem ao dia das mulheres, essas atividades alusivas continuam até o próximo dia 31 de março. As atividades seguem nesta quinta-feira, 17, na sede da Regional Lagarto, localizada à Rua José Antônio de Carvalho, nº 100 (em frente ao Fórum). regional-de-propria-recebe-caravana-da-caase_1000_8659

COMPARTILHAR