OAB/SE participa de campanha contra tráfico de pessoas

Em 2012, de acordo com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), estimava-se que mais de 27 milhões de pessoas já haviam sido traficadas. Somente na América Latina, 700.000 seres humanos foram vítimas da terceira maior atividade criminosa do mundo.

O tráfico de pessoas é o comércio de seres humanos que tem, entre outros fins, o casamento forçado; o trabalho escravo; o tráfico de drogas ou de outros produtos; a escravidão sexual; o trabalho forçado; a exploração sexual comercial; a extração de órgãos ou de tecidos; etc.

Em Sergipe, a campanha mundial “Coração Azul”, uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) em combate ao tráfico de pessoas, acontecerá entre os dias 24 a 27 de julho. Promovida pela ONG Ágatha, a campanha realizará mostra de filmes, passeata e seminário.

Através de um diálogo multidisciplinar, o seminário colocará em discussão, no dia 28 de julho, as práticas e as políticas públicas em relação ao tráfico humano.

Para a discussão sobre o assunto, além de especialistas, o evento contará com a presença do vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SE, Robson Barros, e da vice-presidente da Comissão da Infância, Adolescência e Juventude da entidade, Acácia Lelis.

No dia 24, haverá a abertura do stand informativo, que ficará até o dia 26 de julho, das 8 às 17 horas, na Praça General Valadão.

Nos dias 25 e 26, será realizada a exibição do documentário “1 real – o outro lado da moeda, das 8 às 17 horas no Centro Cultural de Aracaju. No dia 27, acontecerá uma exposição de teatro na Praça General Valadão. Participe.

COMPARTILHAR