OAB participa do lançamento do projeto “Banco de Talentos Jovens” do TJSE

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe, representada pelo diretor-tesoureiro, Sandro Mezzarano, participou nesta segunda-feira, 11, do lançamento do “Banco de Talentos Jovens”, uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Estado (TJSE), que tem por objetivo fomentar oportunidades do primeiro emprego a estagiários de nível médio egressos do Poder Judiciário.

Para o diretor-tesoureiro da OAB/SE, o projeto será positivo para os jovens, que ingressarão no mercado, e para os escritórios de advocacia, que receberão suporte em suas atividades. “Os estagiários que saem do TJSE sempre foram bem vistos pelos escritórios de advocacia, por conta do seu conhecimento e do ofício que desenvolveram no Tribunal. Esta proposta é valiosa porque reúne os currículos dos jovens, qualificados por suas atividades devidamente supervisionadas por servidores do TJ, e permite que as sociedades profissionais e comerciais interessadas tenham acesso fácil a essas informações. Acredito que esses estagiários com nível médio poderão contribuir positivamente no dia a dia dos escritórios de advocacia, principalmente agora que temos um processo virtualizado, em que essas pessoas com intimidade no sistema terão condições de agregar muito na rotina dos advogados, auxiliando na melhor utilização dessa ferramenta de trabalho que está a sua disposição”, destacou Sandro Mezzarano.

O presidente do TJSE, desembargador Cezário Siqueira Neto, ressaltou que a iniciativa surgiu da preocupação do Tribunal com os estudantes, em estágio de nível médio nas unidades administrativas e jurisdicionais do órgão, que precisam se desligar de sua função após completar 18 anos. “Ao longo desses anos, temos olhado com mais atenção para o destino dos nossos jovens aprendizes, porque sabemos da necessidade dessas pessoas de se encaminharem profissionalmente, até para que também possam se desenvolver educacionalmente. Criamos o Banco de Talentos e procuramos parcerias com instituições públicas e privadas, para aproveitar melhor esses jovens, oferecendo um meio para oportunizar a inserção deles no mercado de trabalho”, disse Cezário Siqueira.

O Chefe da Divisão de Planos e Programas da Diretoria de Planejamento e um dos responsáveis pelo projeto, Thyago Avelino, explanou como funcionará o Banco de Talentos. “Para participar, o estagiário de nível médio deve preencher o modelo de currículo disponível em nosso site e enviar para o e-mail estagio@tjse.jus.br, expressando sua vontade de fazer parte do banco. Assim que o setor de estágio receber o arquivo, ele será divulgado no portal do TJSE para avaliação de empregadores. É importante frisar que o estagiário menor de 18 anos, com interesse no projeto, também pode se cadastrar, mas seu nome só será disponibilizado no portal quando ele completar a maioridade”, explicou.

O lançamento também contou a presença dos Juízes Auxiliares da Presidência Gilson Felix e Leonardo Almeida; do secretário de Estado da Inclusão Social, Zezinho Sobral; do presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira; do representante do Sebrae/SE, Cleiton Freitas de Melo; do Supervisor do CIEE, Júlio César da Silva e da Coordenadora Estadual do Trabalho e Emprego e gestora do NAT, Sandra Carvalho.

 

COMPARTILHAR