Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher reforça o combate à violência contra a mulher no mês de novembro

Através da Comissão de Direito da Mulher, a Ordem dos Advogados do Brasil, em Sergipe, tem participado de diversos eventos de conscientização pelo estado. Dessa vez, a vice-presidente da comissão, Valdilene Martins, estará à frente da ação “Mobilização dos Parlamentares pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”, que será realizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Trabalho de São Cristóvão (SEMAST) no dia 30 de novembro, das 8h às 12h, na Câmara Municipal de Vereadores de São Cristóvão.

Valdilene Martins tem impulsionado uma agenda importante de combate à violência e em favor do empoderamento de mulheres negras no mês de novembro. Englobando os “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher” e o mês da Consciência Negra, está levando essa discussão a espaços efetivos na educação em Sergipe.

No dia 19, conversou com parte do corpo discente do Colégio Estadual Leandro Maciel sobre “Racismo e Mulher Negra” pela manhã. À tarde, foi empossada como conselheira do Conselho Municipal de Igualdade Racial de Aracaju, no Centro Cultural de Aracaju, pela vaga da OAB/SE. Já na tarde do dia 20, debateu sobre o Dia da Consciência Negra, racismo e misoginia com algumas pessoas dos corpos discente e docente do Instituto Federal de Sergipe (IFS) Campos da Cidade de Nossa Senhora da Glória.

Ainda na programação em alusão à Consciência Negra, levou a discussão à Escola de Ensino médio e fundamental, Vitória do Santa Maria. Além disso, foi uma das palestrantes sobre “Feminismo, Violência e Direitos Humanos: Uma Abordagem Interseccional”, no dia 21, no auditório do Hospital Veterinário. No decorrer do mês, foram diversas outras participações agregadoras à causa ao redor do estado.

22 de novembro e Valdilene dialogou com mães e pais de alunos da EMEI Professor João Batista Douglas de Souza, no bairro Santa Maria, com a fala intitulada “Violência na família, [email protected] perdem”. Mais tarde, foi à Escola Estadual Ivo do Prado, no bairro 18 do Forte, conversar com alunas e alunos sobre Racismo e Violência de Gênero, dando continuidade aos eventos voltados ao Dia da Consciência Negra.

A gama de acontecimentos em prol da discussão em favor da mulher traz uma nova perspectiva àqueles que entram em contato com aquelas informações. A OAB/SE ressalta a importância e atua no alcance à esfera educativa. Abordar esse discurso é de suma validade para o amadurecimento de ideais voltados ao respeito, equidade e diversidade, defendidos pela Constituição.